sábado, 24 de fevereiro de 2007

Porque é que o salmão é cor-de-rosa?

A tão característica cor do salmão é devido a um pigmento chamado astaxantina.
O salmão é um peixe branco. O pigmento vermelho é feito através das algas e dos organismos unicelulares, que são ingeridos pelos camarões (o pigmento é armazenado no músculo do camarão ou na casca). Quando os camarões são comidos pelo salmão, estes também acumulam o pigmento nos seus tecidos adiposos.
Os salmões com o passar do tempo tornam-se avermelhados devido ao facto de não conseguirem livrar-se do pigmento. Como a dieta do salmão é muito variada, o salmão natural toma uma enorme variedade de cores, desde um cor-de-rosa suave a um vermelho vivo.

Hoje em dia a maioria do salmão vem dos viveiros. Isto acontece em redes grandes que são lançadas em águas calmas (fiordes, baías) ou em tanques em terra. A maioria dos salmões de viveiros vem da Noruega, da Escócia, da Islândia, do Alasca e do Chile. Estes salmões são principalmente alimentados com comida para peixe.
Como este preparado não contém camarão, significa que o salmão permanece branco. O consumidor, no entanto, não está interessado em salmão branco, mesmo que o gosto seja o mesmo.
Por esta mesma razão, a astaxantina é adicionada ao alimento do salmão. Na maioria dos casos a astaxantina é feita quimicamente; a outra alternativa é extraí-la a partir da farinha de camarão. Outra possibilidade é o uso de fermento vermelho seco, que proporciona o mesmo pigmento. No entanto a mistura sintética é mais barata.

A astaxantina é um carotenoide, assim como outros carotenoides que são responsáveis pela cor vermelha dos tomates, pimentos e das cenouras. Os homens também armazenam a astaxantina nos seus tecidos adiposos, mas não em quantidades suficientes para que o nosso corpo fique com uma cor vermelha.
Os flamingos devem a sua cor, cor de rosa avermelhada à astaxantina da mesma maneira que o salmão .

3 comentários:

Ricardo#7 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Ricardo#7 disse...

O que prova que todos os alimentos tendem a tornar-se artificiais. Qualquer dia estou a comer rojões de polímeros. Mas vá lá, as nossas especialidades culinárias são um dos aspectos que me deixa orgulhoso de ser português.

Teresa_xD disse...

Eu gostei de saber isto! Se já não comia muito salmão, agora.....!
Beijinhos xD